Guia de estudos para Certificação PMP – parte 2

23, agosto 2012   •   (Não há comentários)   •   Autor: Thiago Dieb

Como prometido estou de volta com o guia de estudos para Certificação PMP. Na parte 1 do guia dei uma visão geral dos três primeiros capítulos sobre o Gerenciamento de Projetos.

Este post vou comentar sobre as duas primeiras áreas de gerenciamento do PMBOK, Integração e Escopo. Não aprofundarei nos itens de cada processo, porém farei uma pequena explanação sobre seus conceitos.

O método que utilizarei para estudar baseia-se em destacar os pontos principais dos processos, como: conceitos, entradas, ferramentas saídas e suas características. O post tem a pretensão de ajudá-lo a entender a relação e a finalidade dos processos em cada área de gerenciamento.

Gerenciamento da Integração

 

Coordenar adequadamente os vários elementos do projeto. Essa área é composta por processos que integram outros processos das demais áreas. Podemos entender como uma área centralizadora. Abaixo uma leve síntese dos processos:

4.1 Desenvolver Termo de Abertura do Projeto (Iniciação)

Sua saída é um documento, Termo de Abertura do Projeto,  que formaliza e autoriza o projeto ou fase, elaborado pelo Patrocinador com participação do Gerente de Projeto, por meio de avaliação técnica e de viabilidade, contempla também requisitos iniciais, ou seja, contem a descrição de o que deve ser feito.

4.2 Desenvolver Plano de Gerenciamento de Projeto (Planejamento)

O próprio nome diz, a saída do processo é o Plano de Gerenciamento do Projeto, documento completo com o detalhamento das ações necessário para gerenciar os outros planos do projeto, além de conter as estratégias de gerenciamento e como o projeto será monitora e controlado e encerrado, em outras palavras, como deve ser feito.

4.3 Orientar e gerenciar a execução do projeto (Execução)

Conduzir as ações do Gerente de Projetos e da Equipe na execução do trabalho a fim de realizar o trabalho definido. A coleta de informações, emissão e adaptação de solicitações de mudanças também fazem parte deste processo, assim como outras ações.

4.4 Monitorar e controlar o trabalho do projeto (Monitoramento e Controle)

Este processo tente ao acompanhamento, revisão e ajuste dos processos para atender aos objetivos de desempenho definidos. Portanto, o fornecimento de informação e previsões, comparação de desempenho e monitoramento das mudanças são contempladas neste processo.

4.5 Realizar o controle integrado de mudanças (Monitoramento e Controle)

Palavra chave do processo é a mudança. A etapa de identificação, análise, aprovação, controle, revisão das mudanças estão aqui neste processo. Sem esquecer que a verificação e documentação dos impactos das solicitações de mudanças não estão de fora.

4.6 Encerrar o Projeto ou fase (Encerramento)

Processo que foca exclusivamente no encerramento formal do projeto ou fase por meio de transferência do produto, serviço ou resultado. O arquivamento de informações, coleta de lições aprendidas e finalização de todas as atividades pertinentes ao projeto ou fase são executados aqui.

 

Gerenciamento do Escopo

Esta área de gerenciamento é considerada crítica por necessitar de uma enorme atenção. E Provavelmente com seu mau gerenciamento o resultado será certamente o insucesso do projeto. Portanto, a garantia da incluam do que é realmente necessário para terminar o projeto com sucesso é a finalidade dos processos dessa área.

5.1 Coletar Requisitos (Planejamento)

Processo responsável por definir e documentar as funcionalidade do projeto e do produto, para atender as necessidades das Partes Interessadas. As duas principais entregas são: documentação de requisitos;  matriz de responsabilidade de requisito.

5.2 Definir Escopo (Planejamento)

Elaboração de uma descrição detalhada de todo escopo, tanto do produto quanto do projeto, gerando assim a Declaração do escopo, sua principal saída.

5.3 Criar EAP (Planejamento)

A finalidade deste processo é dividir as entregas do projeto e do trabalho do projeto em partes menores e mais gerenciáveis (pacotes de trabalho). A saída EAP será entradas para diversos processos, como:

  • Definir as atividades
  • Planejar os recursos
  • Estimar os custos
  • Estimar o orçamento
  • Planejar os riscos
  • Estimar o tempo

5.4 Verificar Escopo (Monitoramento e Controle)

Na maioria das vezes este processo cria uma confusão. Sua finalidade é formalizar as entregas terminadas, por meio do aceite das partes interessadas.

5.5 Controlar Escopo (Monitoramento e Controle)

Diferentemente do processo anterior, este tem o objetivo de monitorar o escopo do produto e do projeto, assegurando que as mudanças solicitadas são processadas. Uma das suas saídas é a Medição de desempenho do trabalho, utilizada como avaliação do desempenho do projeto na área de escopo.

Não deixe de aprofundar nos estudos, faça o download dos mapas mentais.

Integração

Note: There is a file embedded within this post, please visit this post to download the file. Note: There is a file embedded within this post, please visit this post to download the file.

Escopo

Note: There is a file embedded within this post, please visit this post to download the file. Note: There is a file embedded within this post, please visit this post to download the file.

 

Por hoje é só, aguarde as próximas partes….